Escolha uma Página

Muitas vezes, ao beber vinho, acabamos segurando a taça de forma incorreta. Mas porque existe uma forma adequada para se segurar uma taça? A maneira como você segura a taça pode interferir na percepção das reais características visuais, aromáticas e gustativas do vinho.

É importante sempre segurar a taça pela haste, pois é para isso que ela existe.

Segurando-a pelo bojo, os seguintes problemas podem surgir:

  • Deixar marcas de dedo no vidro – Além de ser esteticamente feio, ficará mais difícil realizar a análise visual da bebida, uma das primeiras etapas em uma degustação;
  • Dificultar a inclinação da taça – No momento da análise visual, é importante que a taça possa ser facilmente inclinada para percepção das reais cores do vinho e suas características;
  • Alterar a temperatura da bebida – O calor transmitido pelas mãos aquecerá o vidro e fará a bebida esquentar mais rápido;
  • Interferir nos aromas do vinho – Quanto mais perto a mão estiver do nariz, maiores são os riscos de cheiros de cremes, perfumes e sabonetes interferirem na percepção dos aromas da bebida.
  • Dificultar o brinde – Brindar com os demais degustadores segurando a taça pelo bojo pode ser um pouco mais difícil.

Segurar a taça de vinho da forma correta, nada mais é do que pegá-la pela haste ou, se preferir, pela sua base.

Algumas dicas:

Tradicionalmente, o vinho é servido num copo alto com pé, para que este possa ser pegado e segurado, precisamente por esta haste ou então pela base do mesmo, mas nunca pelo copo em si. O copo tem funções específicas, daí a necessidade de nunca segurar um copo de vinho pela parte superior. No caso do vinho tinto, o seu copo apresenta uma haste fina e um formato largo e arredondado que permite a “respiração” do vinho. No caso do vinho branco, o seu copo apresenta uma haste fina e longa, e um formato oval e estreito que permite conservar a frescura do vinho por mais tempo.

O vinho é extremamente delicado e quando servido à temperatura certa, é importante mantê-la assim de forma a prolongar o momento de prova e degustação. Por isso, recomenda-se que um copo de vinho nunca seja segurado pela sua parte superior, ou seja, de forma que as mãos estejam fechadas precisamente em torno do vinho. O calor que é transmitido das mãos através do vidro vai naturalmente aquecer o vinho, além de este não ser o objetivo (o vinho deve ser sempre servido à sua temperatura ideal), o aquecimento vai adulterar o aroma e a textura do próprio vinho. Pelos mesmos motivos, deve ainda evitar fechar completamente a mão em torno do pé do copo. A forma mais correta de segurar o copo de vinho é através da colocação dos dedos por baixo da base da haste e o polegar por cima da base da haste. Se não lhe parecer prático ou se o copo parecer muito pesado, certifique-se que este não esteja demasiado cheio, idealmente, um copo de vinho deve ser servido entre 1/3 e 1/4 de sua capacidade.

clube-do-vinho-1

loja-virtual

winesave