Escolha uma Página

Degustar, significa beber com atenção, é muito mais do que ser elegante, é saber apreciar os pequenos detalhes. O vinho possui diversos benefícios que vão além da saúde, ele alegra nosso dia-a-dia e torna nossa rotina mais agradável.

Quem quiser se lançar neste universo, precisa saber de alguns pequenos detalhes que farão grande diferença no se aprendizado e o tornará um amante do vinho.

Salientamos alguns erros e soluções que podem te ajudar a apreciar melhor esta bebida magnífica.

  1. Não escolha o vinho pelo rótulo, o importante é o que está dentro da garrafa e suas propriedades, rótulo bonito não significa bom vinho.
  2. Saiba que o vinho em contato com o ar, acelera o processo de oxidação, porém, se desejar que o vinho respire, verta o mesmo em um decantador e espere alguns minutos, o tempo de espera vai depender do estilo de vinho onde mais encorpados requerem mais tempo como 1 ou 2 horas e vinhos mais jovens e leves, no máximo 20 minutos.
  3. Por mais divertido que seja sacudir um espumante, o correto é abrir o mesmo vagarosamente para que menos pressão possível se perca e depois servi-la delicadamente. Deixe o ‘’estouro’’ do espumante para as festividades e comemorações, mas cuide para não machucar alguém quando a rolha saltar da garrafa.
  4. Cuide para servir o vinho tinto adequadamente em temperatura entre 15°C e 18°C dependendo do estilo de vinho. Quando se fala em servir a temperatura ambiente, temos que levar em conta onde moramos, pois se estiver fazendo 30°C, essa é sem dúvida uma temperatura ambiente não adequada. Degustando um tinto acima dos 20°C você terá uma experiência não muito legal, pois o álcool se sobressai e torna a bebida pesada e enjoativa e por outro lado se a temperatura for muito baixa, haverá perdea de aroma e sabor.
  5. Você acha que servir vinho em qualquer tipo de copo não faz diferença?  Faz sim, é muito! Uma taça de vinho possui o bojo com diâmetro perfeito para que, ao girar o vinho, ele se oxigene e expresse todos os seus aromas. A haste permite segurar a taça sem deixar marcas de dedos e sem aquecer a bebida, além disso as taças para vinhos são desenhadas para lançar o líquido no ponto certo da língua e até de acordo com o tipo de vinho é possível encontrar taças específicas. Não beba vinho em qualquer tipo de taça ou copo, pois chega-se perder 40% da qualidade de um bom vinho o tornando um vinho comum. Veja o exemplo.

  1. Nunca coloque gelo no vinho. Colocar gelo nada mais é do que misturar água na bebida, perdendo todo o seu caráter, concentração, equilíbrio, aromas, entre outras características.
  2. Não encha a taça. Porque a taça fica pesada demais, impossibilita girar o vinho, para oxigená-lo e expandir seus aromas, o vinho esquenta porque demoramos para tomar  e se a taça virar, perderemos muito da bebida preciosa rsrsrs… Fala-se muito por aí em completar cerca de 1/3 da capacidade da taça, mas se esquece que hoje em dia existem taças enormes então podemos falar que 2 dedos de vinho por taça é uma boa dose.
  3. Se você tem diversos vinhos para servir, saiba que é necessário seguir uma ordem correta. Alguns, por serem mais doces, encorpados ou alcoólicos, podem sobressair aos demais caso sejam servidos primeiro, apagando as características daqueles que vêm na seqüência. Sirva sempre dos mais leves aos mais encorpados: Espumantes → Brancos → Rosés → Tintos → Fortificados/Sobremesa.
  4. Não jogue fora e nem verta água na taça para descartar aquele pouquinho de vinho que sobrou antes de servir o vinho seguinte, pois essa sobra não mudará em nada o seu próximo caldo, a não ser que esteja trocando de um branco para tinto por exemplo, aí você pode trocar de taça ou lavá-la mais por estética.
  5. clube-do-vinho-1

    loja-virtual

    winesave